segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Educação à distância é a aposta do mercado

 Alternativa para quem busca qualificação e dispõe de pouco tempo, o ensino à distância já apresenta procura superior aos cursos presenciais, segundo dados do Censo do Ensino Superior do Ministério da Educação (MEC), divulgado em setembro de 2013. O crescimento de alunos à distância, entre 2009 e 2012, foi de 10,9%, enquanto o de presenciais foi de 6,45%. Cerca de 150 mil alunos, por exemplo, buscaram os cursos de pós-graduação à distância no mesmo período.
Faça Parte Dessa Evolução, Vestibular UNOPAR com Inscrições Abertas, www.unoparead.com.br


Hoje o EAD representa 14,6% do percentual de matrículas no Brasil. Dados que comprovam o amplo crescimento desta modalidade de ensino no país.

Enquanto para os cursos presenciais é preciso investir em locomoção e alimentação, nos cursos à distância o aluno pode organizar o seu tempo e planejar o seu estudo. O Ensino à distância permite que o aluno seja ativo em sua formação e na construção de conhecimento. Segundo Ana Cecília Monteiro Chaves de Azevedo, diretora da GMX Brasil- Desenvolvimento Profissional, empresa com sede no Rio de Janeiro, especializada no ramo jurídico, presente no mercado desde 2010 apostando no ensino ‘a distância, o crescimento deste segmento atende a demanda dos alunos que optam por desenvolver um sistema de ensino independente.” O ensino ‘à distância possui cada vez mais qualidade e o MEC está ciente disso, basta vermos os números que apontam este mercado como próspero. Interessante analisarmos a evolução do material didático apropriado e a comunicação cada vez mais próxima dos professores com seus alunos pela internet, chats e fóruns, entre outros mecanismos que estão tecnologicamente cada dia mais presentes no conteúdo programático”, declara a empresária, lembrando, também, que se trata de uma forma de ensino ágil e viável para a maioria das pessoas.

De acordo com Ana Cecília, que segmentou a GMX Brasil principalmente na área trabalhista e conta em seu staff de professores titulares com juízes e promotores, encarar a educação à distância com preconceito é coisa do passado. “Nossos professores tem titularidade, o conteúdo do programa é de extrema qualidade e o conforto em acessar as aulas de qualquer computador, é um diferencial perante o ensino presencial”, comenta a advogada, lembrando que, por mais que o investimento inicial seja maior, o custo se dilui, pois o período dos cursos costuma ser menor.

É fato que este novo negócio vem superando as expectativas das pessoas que estavam acostumados a estudar somente de forma presencial. “ O aluno tende a ficar mais compenetrado e busca por estudar no momento em que está disposto a aprender”, afirma Ana Cecília.

Outra vantagem é que muitas instituições oferecem opções de cursos gratuitos, como é o caso da GMX Brasil, que possui cursos de pós-graduação e preparatórios na área jurídica, além de cursos livres gratuitos, para aqueles que desejam obter conhecimentos de algumas áreas do Direito. “ É um modelo de negócio que tende a crescer ainda mais, já que a maioria das pessoas busca por encurtar a distância e maximizar o tempo” diz a especialista.

(Jornal Do Brasil - http://www.jb.com.br/pais/noticias/2013/09/17/educacao-a-distancia-e-a-aposta-do-mercado/)

Nenhum comentário:

Postar um comentário